Há 4 anos, a Prefeitura realizava, no Caio Martins, o Congresso Niterói que Queremos, momento de diálogo com a sociedade niteroiense pensando o município até 2033!
Há 4 anos, a Prefeitura realizava, no Caio Martins, o Congresso Niterói que Queremos, momento de diálogo com a sociedade niteroiense pensando o município até 2034!

congresso Niterói que Queremos, promovido pela Prefeitura de Niterói em parceria com o Movimento Brasil Competitivo, completa quatro anos de concretização neste mês de junho. Realizado no Ginásio do Caio Martins, em 2014, o evento reuniu cerca de mil pessoas, e se configurou como uma das mais importantes etapas do programa de planejamento do município que pensa os próximos 20 anos, preparando a cidade para enfrentar desafios atuais e futuros.

Para que o planejamento fosse bem-sucedido, a implementação do projeto foi dividida em etapas. Primeiro foi realizado um diagnóstico socioeconômico de cada região de Niterói, iniciado em junho de 2013. Em seguida, foi lançado o portal  niteroiquequeremos.com.br onde mais de 5 mil pessoas responderam às perguntas e puderam contribuir para o desenvolvimento do Niterói que queremos. Esse número corresponde a pouco mais de 1% da população da cidade. Toda esta metodologia de trabalho culminou na realização do Congresso.

O encontro teve por objetivo formular um Plano Estratégico de Desenvolvimento de Curto, Médio e Longo Prazos para a cidade, baseados também na ajuda da população, que teve a oportunidade de relatar os problemas enfrentados naquele momento, e sugerir as possíveis soluções que gostaria de vivenciar no município.

         Pela primeira vez, uma gestão municipal consultou a sociedade niteroiense para pensar em conjunto sobre os desafios e as soluções para a cidade. Assim, por essa característica inclusiva e pluralista, o resultado foi um plano da sociedade niteroiense, e não apenas do atual Governo. Ouvindo os mais diversos segmentos da sociedade, vem sendo possível refletir e elaborar uma “carta de navegação” desafiante, inovadora, agregadora e socialmente legitimada, que ficará disponível para esta e para as futuras gestões municipais. O que foi produzido pelo Congresso foi aproveitado na elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento "Niterói que Queremos 2013-2033".

O município superou crises e obstáculos, modernizando a administração municipal e realizando entregas em todos os setores. No quesito Organização e Segurança, destacam-se obras de melhoria do trânsito, como a perfuração do túnel Charitas-Cafubá, e de segurança pública, como a inauguração do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) e as obras de contenção de encostas e drenagem em 50 pontos da cidade.

 

        Para os próximos anos serão implementadas outras ações que contribuam para a redução dos índices de criminalidade em diferentes frentes de atuação como o programa Niterói Mais Segura. O   efetivo da Guarda Municipal, foi ampliado até o máximo permitido por lei. E foi criado um Centro de Formação e Qualificação da Guarda Civil Municipal destinado à capacitação e aperfeiçoamento dos profissionais, que já atuam de forma integrada com as forças de segurança pública do Estado.

 

Na área de Saúde, a entrega da nova emergência do Getulinho, a inauguração da Unidade Municipal de Urgência Dr. Mário Monteiro, a ampliação do programa Médico de Família e a distribuição de água tratada em 100% das residências de Niterói são apontadas como as grandes conquistas da gestão.  Ainda foi instalada a nova maternidade municipal Alzira Reis e criado o programa Remédio em Casa para facilitar o acesso à medicação para a população mais vulnerável.

A entrega de 17 novas Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs), que permitiu a criação de mais de 2,5 mil novas vagas na rede de educação infantil, de três novas escolas de Ensino Fundamental e a reforma de outras sete são as ações que sobressaíram na Educação. Democratizar o acesso às novas tecnologias de educação e comunicação são pontos importantes para o desenvolvimento da aprendizagem e agora possíveis com a implantação da Plataforma Digital da Engenhoca.

Já na área de resultado “Niterói próspera e dinâmica”, a criação da Casa do Empreendedor e o incentivo à instalação de novos hotéis, que gerou oferta de mais de mil novos leitos na rede hoteleira da cidade, foram as iniciativas ressaltadas. Por meio de uma PPP será revitalizado o Mercado Municipal Feliciano Sodré. Também está prevista a revitalização da Alameda São Boaventura e Avenida do Contorno, além da revitalização da orla da cidade, promovendo melhor infraestrutura e maior atratividade a seu uso.

Os destaques na área “Niterói vibrante e atraente” foram a revitalização do Horto do Fonseca, com a inauguração do Skatepark, e o projeto Enseada Limpa, responsável por melhorias na balneabilidade das praias niteroienses da Baía de Guanabara. Neste quesito, foi anunciada a reforma e modernização da Concha Acústica.

Os projetos já realizados na área de inclusão abarcam a contratação de 2.892 unidades habitacionais destinadas às famílias residentes em áreas de risco e que recebiam aluguel social. As próximas ações preveem a conclusão e entrega de outras 1.520 unidades habitacionais, além de contratação de 2 mil novas unidades. Esses e outros compromissos, são a prioridade da nossa gestão, em busca de uma Niterói ainda melhor para se viver e ser feliz.

 

SOBRE
SEPLAG - Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle
Rua da Conceição, 67
Niteroi - Centro - Rio de Janeiro - Brasil
CEP: 24.020-082
ENTRE EM CONTATO
contato@seplag.niteroi.rj.gov.br